IMORTAIS DO AMOR

Um mover de olhos, brando e piedoso,

     Sem ver de quê; um sorriso brando e honesto,
     Quase forçado; um doce e humilde gesto,
Um despejo quieto quieto e vergonhoso;
   Um repouso gravissimo e modesto;
   Uma pura bondade, manifesta
   Indicio de alma, limpo e gracioso
Um encolhido ousar, uma brandura;
   Um medo sem ter culpa, um ar sereno;
   Um longo e obediente sofrimento;
Esta foi a celeste formosura
     Da minha circe, e o magico veneno,
     Que pode transformar meu pensamento.
 
 
Anúncios

5 Respostas

  1. Como vai vc? n apareceu mais por lá mas eu n me preocupei mto pois sei q vc apesar de qq recaída vai reconstruir sua vida e fazer do 2006 um ano de uma vida renovada e promissora. Você vencerá! N desapareça.

  2. Obrigada mais uma vez e sempre pelo seu comentario aqui no meu tão humilde espaço, eu vou ao seu espaço mas não consigo lá deixr comentrios porque acho que está desactivada a função dos coments.Desejos de um Natal muito Feliz na companhia dos que te são queridos e que o Ano de 2006 seja repleto de coisas boas.Com carinho…Paula Silva

  3. Eu vou reativar,minha vitoriosa e surpreendente colega. Eu q te agradeço e quero manter o contato ano q vem tb. Boas festas, vc tem mto o q celebrar.

  4. será concerteza mantido o contacto, aliás, eu te revejo em cada mãe que do brasil que por cá encontro, mães jovens que batalham uma dura guerra para dar uma melhor vida a seus filhos mães que vieram para cá sozinhas deixando os seus rebentos em sua terra Natal, com a indelével promessa de regresso, com uma melhor vida, que ao telefone falam com um sorriso na voz e uma lagrima na alma, um grito silencioso de dôr preso na garganta, mães que brincam riem e cantam mas que quando eu olho no fundo de seus olhos e vejo para dentro de suas almas eu consigo ouvir os seus sofridos lamentos, e o meu coração quase sangra de tanta dôr, dôr de assistir e nada poder fazer para mitigar , a dôr de me sentir impotente, mas sinto grande e tamanho orgulho nessa raça de mulher que apesar de muita dôr e desespero, nunca desiste e vai á luta por um mundo melhor para seus filhos.Feliz Natal amiga e que Deus te proteja sempre a ti e ao teu abençoado filhoPaula silva

  5. Mto obrigada mesmo pelo carinhoso gesto,por ter ocupado este canto do seu espaço, pelo seu tempo e atenção. Li e reli tudo, me tocou e n esquecerei tão cedo. Nos veremos ano q vem, gds abs p ti e para os q te fazem bem. Comovida,Inverno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: