sensos e contrasensos

 

Um dia alguem me falou assim:

Eu acho que a vida é um contrasenso,

eu respondi:

eu não acho nada que a vida seja um contrasenso, as pessoas é que fazem da vida um verdadeiro contrasenso


sensos e contrasensos

 

Um dia alguem me falou assim:

Eu acho que a vida é um contrasenso,

eu respondi:

eu não acho nada que a vida seja um contrasenso, as pessoas é que fazem da vida um verdadeiro contrasenso


Eu preciso….

 

                                              Eu preciso de Ti….
Desse calor distante,
Desse sorriso intrigante,
Dessa voz aconchegante

Eu preciso de Ti..
.
Desse corpo de homem,
Desse olhar meigo,
Desse corpo forte,

Eu preciso de Ti
Desse teu carinho,
Desse silencio em ti
Dessa paciência.

Eu preciso de Ti…
Dessa simplicidade,
Desses segredos guardados,
Desse desejo.

Eu preciso de Ti…
Desses sentimentos,
Desses teus beijos, desse mistério,

Eu preciso de Ti…
Dessas qualidades,
Desses defeitos,
 Desse homem que me enlouquece. 
(D.A)

 

 

 

          ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..                                                  

 

 

Eu preciso….

 

                                              Eu preciso de Ti….
Desse calor distante,
Desse sorriso intrigante,
Dessa voz aconchegante

Eu preciso de Ti..
.
Desse corpo de homem,
Desse olhar meigo,
Desse corpo forte,

Eu preciso de Ti
Desse teu carinho,
Desse silencio em ti
Dessa paciência.

Eu preciso de Ti…
Dessa simplicidade,
Desses segredos guardados,
Desse desejo.

Eu preciso de Ti…
Desses sentimentos,
Desses teus beijos, desse mistério,

Eu preciso de Ti…
Dessas qualidades,
Desses defeitos,
 Desse homem que me enlouquece. 
(D.A)

 

 

 

          ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..                                                  

 

 

Morte de Uma Fantasia…

 

 

 

 

 “ A Morte de Uma Fantasia”

 

Atrevi-me a ser atrevida…
Mandei a mensagem ousada,
A minha indecisão á persistencia me convida
E precipitada mando a mensagem errada.

O interesse é quase ambiguo
O que torna tudo tão excitante
Fantasio como uma louca errante,
Ignorando assim o interesse apenas amigo
E no auge da minha fantasia
Vem um raio que a destroi
Acabando assim com a magia
Que sem saber como, muito me doi…

Em estado de choque estou magoada
Como é possivel? Eu penso,
Sentir-me no fundo amada
Por alguem que nem sequer conheço!…
…Sem querer uma lagrimano rosto corre,
Não acrdito no que sinto
Mas sei que a mim mesma minto
E que dolorosamente, a minha fantasia morre… 

                                                                                                                                                        S.A
 

 

Morte de Uma Fantasia…

 

 

 

 

 “ A Morte de Uma Fantasia”

 

Atrevi-me a ser atrevida…
Mandei a mensagem ousada,
A minha indecisão á persistencia me convida
E precipitada mando a mensagem errada.

O interesse é quase ambiguo
O que torna tudo tão excitante
Fantasio como uma louca errante,
Ignorando assim o interesse apenas amigo
E no auge da minha fantasia
Vem um raio que a destroi
Acabando assim com a magia
Que sem saber como, muito me doi…

Em estado de choque estou magoada
Como é possivel? Eu penso,
Sentir-me no fundo amada
Por alguem que nem sequer conheço!…
…Sem querer uma lagrimano rosto corre,
Não acrdito no que sinto
Mas sei que a mim mesma minto
E que dolorosamente, a minha fantasia morre… 

                                                                                                                                                        S.A
 

 

Precisa-se de Um Amigo

 

                            Precisa-se de um Amigo

  Não precisa ser homem , basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração.

Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir.

Tem que gostar de poesia, de pássaros, de sol de lua, do canto dos ventos e das canções da brisa.

Deve ter amor, um grande amor por alguém ou então, de sentir falta de não ter esse grande amor.

Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo.

Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.

Pode já ter sido enganado pois todos os amigos são enganados.

Não é preciso que seja puro nem que seja de todo impuro.

Mas não deve ser vulgar.

Deve ter um ideal e medo de perdê-lo   e no caso de assim ser não ser, deve sentir o grande vazio que isso deixa.

Deve ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o de ser amigo.

Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.

Deve gostar de crianças e lamentar os que não puderam nascer.

Que saiba conversar de coisas simples, de orvalho,  de grandes chuvas e de recordações de infância.

Precisa-se de um amigo para não enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade.

Deve gostar das ruas desertas, de poças de agua e dos caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois  da chuva, de se deitar no capim .

Precisa-se de um amigo   que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela mas porque sá se tenha um amigo.

Precisa-se de um amigo para se parar de chorar.

Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas.

Que bata nos ombros sorrindo e chorando, mas que nos chame de amigo, para se ter consciência de que ainda se vive.

 

 

 

                                            ( Autoria: Vinícius de Morais)