Embalei-te um dia em meus braços

Embalei-te um dia em meus braços,

Como uma pequena concha,

Que nas ondas do alto mar se embalou..

Deu-me Deus uma filhinha,

Para eu aprender a amar

Que hoje numa linda mulherzinha se transformou,

E eu vou arquivando

Em louca miragem…

De repente, há um silêncio

que se converte em murmúrios
apetece-me mergulhar,

naquelas aguas frescas…

E gargalhar gargalhar

Sem parar

 

recortes nos meandros do tempo e da memoria…

 

Invento passaportes,

Faço uma viagem,

A brisa traz-me palavras movidas pela aragem,

Que me convidam a ver a baía
Vejo barcos balançando

De; Gina

Em, momentos de

Reflexão

Autoria e direitos reservados Germosina

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: